Não seja professor! (Érica Peixoto)

Não seja professor se você pretende ter muito dinheiro. Salários baixos e constantemente atrasados são comuns nessa profissão. Mas, se você pretende ser verdadeiramente rico, seja professor!

Não seja professor se você pretende ter um nome reconhecido. Flashes, capa de revista, entrevista na TV não são comuns nessa profissão. Mas, se você pretende ser carinhosamente chamada de “tia” por aquele que agora é um famoso doutor, seja professor!

Não seja professor se você pretende ter um armário revestido de roupas de grife. Você certamente não terá tempo e nem dinheiro para isso nessa profissão. Mas, se você pretende ser revestido de beijos e abraços ao final de cada aula, seja professor!

Não seja professor se você pretende ter uma saúde de ferro. Estresse, taquicardia, pressão alta, perda da voz são consequências comuns em final de carreira nessa profissão. Mas, se você pretende ser capaz de doar seu sangue, seu suor, sua saúde, para que outros tenham vida, seja professor!

Não seja professor se você pretende ter um cargo compatível com sua formação. O professor é frequentemente impulsionado a desempenhar funções para as quais nunca fez curso: professor-psicólogo, professor-conselheiro, professor-mãe, professor-amigo, professor-doutor etc. Mas, se você pretende ser a resposta para o coração magoado, para o menino abandonado, para a adolescente rebelde e para a criança sem esperança, seja professor!

Não seja professor se você pretende ter um passaporte recheado de visitas internacionais. Para ser sincera, você nunca terá um passaporte. Mas, se você pretende ser o passaporte que levará muitos a alcançar lugares inimagináveis, seja professor!

Enfim, professor não é uma profissão para quem deseja constantemente ter, mas para quem necessita desesperadamente ser!

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Array
(
    [type] => 8
    [message] => Undefined index: option
    [file] => /home/praze123/public_html/libraries/joomla/environment/uri.php
    [line] => 408
)