Comunhão e cristãos (Evaldo Rocha)

alt

 

     Comunhão clássica é civilidade em clima de companheirismo sem competição. Comunhão é cortesia que cresce com cristãos crucificados com Cristo. Comunhão é cultivada com cuidado cumprindo-se criteriosamente o cronograma do Criador. Comunhão é convivência corajosa como corpo em clima de construção. Comunhão é criação do Criador que cumpre cuidadosamente seu calendário. Cristão coerente caminha centralizado em Cristo, completamente ciente do comportamento correspondente ao cidadão componente da cidade celestial.

 

     Cristianismo sem comunhão é um crime cruel. Compromete o cristão na caminhada cristã corroendo sua convicção. Convites contínuos, coordenados por convencidos sem caráter, causam confusão e controvérsias no corpo de Cristo. Cooperar com o clima contrário à comunhão e caracterizado pela cisão é contribuir com os carcomidos da cosmovisão caída e com o caluniador contumaz que capitania o colapso da comunhão.

 

     Conduzir-se no cotidiano cintilando corrupção com contínuo comportamento corrosivo corta a comunhão. Calúnia, crueldade, cobiça, cinismo, ciúme e competição, causam conflitos confundindo a conexão e criando cicatrizes no cenário da comunhão caracterizado pela compaixão. Contribuir na comunhão é característica que classifica os cristãos convictos cadastrados no combate contra o clima dos caducos.

 

     Continue colecionando conselhos compatíveis ao comportamento cristão. Confesse continuamente ao Criador suas contradições. Caminhe com candura e cautela. Cuide-se em cumprir com cuidado o caminho da cruz. Clame ao Criador contra o comportamento carnal e às correntes controladoras capazes de criar condutas contra a civilidade. Comunhão com Cristo cria um cenário cheio de credibilidade, cooperação, confiança e consenso. Correr a corrida como cristão é custoso.  Continue caminhando!

 

     Cristãos com corações congelados não combinam com o caminho coordenado com coerência por Cristo. Cristãos na clausura e contaminados com o comodismo são candelabros carentes de claridade contrariando a continuidade da comunhão. Cristãos claudicantes criam um ciclo catastrófico.

 

     Comunhão cristã é a condição colocada por Cristo que conserva e caracteriza a caravana que caminha ao conclave celeste. Comunhão concentra os cristãos no comissionamento do Criador. Comunhão concretiza-se com cristãos caminhando com coragem, cantando com coerência, carregando a cruz e comprometidos com o convívio cortês. Continue cumprindo o curso no cosmos contrariando a casta do caluniador e construindo um caminho compatível com a convicção e com o conteúdo do Cristo coroado.

 

Pr Evaldo Rocha
Primeira Igreja Batista em Seropédica – Rio de Janeiro, /rJ

Autor do livro: Vivendo Uma vida Equilibrada – o alfabeto da vida saudável

www.evaldorocha.com

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Array
(
    [type] => 8
    [message] => Undefined index: option
    [file] => /home/praze123/public_html/libraries/joomla/environment/uri.php
    [line] => 408
)