Eu não consigo... (Evaldo Rocha)

alt

Eu não consigo...

 

Eu não consigo compreender a tolice humana. Eu não consigo compreender como as pessoas podem ser cruéis uma com as outras. Eu não consigo compreender a amargura que teima em ficar em alguns corações. Eu não consigo compreender a falta de submissão daqueles que deveriam valorizá-la. Eu não consigo compreender a arrogância que impera em algumas relações. Você consegue?


Eu não consigo ouvir aqueles que zombam de Deus. Eu não consigo ouvir boateiros. Eu não consigo ouvir aqueles que simplesmente querem destruir. Eu não consigo ouvir a fala dos opressores de sonhos. Você consegue?

 

Eu não consigo acertar sempre. Eu não consigo ser perfeito. Eu não consigo falar para todos de minha esperança em Cristo. Eu não consigo esconder meus defeitos. Eu não consigo sair ileso no confronto com o aborrecido que insiste em me aborrecer. Eu não consigo aceitar os que “fabricam” rumores. Eu não consigo estar em todos os lugares ao mesmo tempo. Você consegue?

 

Eu não consigo valorizar os caprichos humanos. Eu não consigo valorizar a sugestão maligna. Eu não consigo valorizar o ódio. Eu não consigo valorizar a desarmonia. Eu não consigo valorizar a falta de delicadeza. Eu não consigo valorizar os que zombam da igreja de Deus. Você consegue?


Eu não consigo brincar com o nome santo de Deus. Eu não consigo brincar com as artimanhas do diabo. Eu não consigo brincar com o meu ministério. Eu não consigo brincar com a verdade de Deus. Você consegue?

 

Eu não consigo aceitar o comportamento dos descompromissados. Eu não consigo aceitar a fala dos céticos. Eu não consigo aceitar os valores deste tempo. Eu não consigo aceitar o comportamento dos desmotivadores. Eu não consigo aceitar o desrespeito. Você consegue?

       

Eu não consigo deixar de notar a malignidade dos homens. Eu não consigo deixar de notar que o mundo está cada vez mais distante de Deus. Eu não consigo deixar de notar que a Palavra de Deus não é o valor central em muitas comunidades de fé. Eu não consigo deixar de notar o afastamento gradual dos evangélicos do evangelho. Você consegue?

Eu não consigo achar comum o que a pós-modernidade define como comum. Eu não consigo achar comum a destruição dos valores básicos da humanidade. Eu não consigo achar comum a falta de compromisso daqueles que são chamados discípulos de Cristo. Eu não consigo achar comum uma vida espiritual que despreza o caráter. Eu não consigo achar comum os que vivem na comunidade de fé e jamais amadurecem. Eu não consigo achar comum aqueles que permitem que seus ouvidos sejam um depósito de falas maldosas. Você consegue?  

Eu não consigo pensar na desgraça como algo que vai continuar. Eu não consigo pensar que esgotou a possibilidade de uma saída. Eu não consigo pensar que Deus já terminou de lidar comigo. Eu não consigo pensar que a igreja é perfeita. Eu não consigo pensar que existe sucesso no exercício da insubmissão a Deus. Eu não consigo pensar que Deus está sujeito as minhas pirraças. Eu não consigo pensar que o céu é aqui. Você consegue?

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Array
(
    [type] => 8
    [message] => Undefined index: option
    [file] => /home/praze123/public_html/libraries/joomla/environment/uri.php
    [line] => 408
)