SOMBRA (Gleide Rosalee)

Tu és árvore que não dá fruto,
Mas és árvore; és formosa, és frondosa!
Aninhas com a tua sombra,
Os que precisam de abrigo.
A fertilidade de tenras aves,
Encontra em teus fortes ramos,
O apoio de que necessitam
Para se amar, para procriar
E proteger os seus filhos.
És bem relacionada entre as tuas colegas;
Delas não te afastas, nem te isolas do mundo,
Enclausurando-te em sofrimentos
Pois te submetes a Deus, e à Sua soberania.
Não é Jesus a tua alegria?
Não é Ele muito mais que filhos e filhas?
E não te supre a todas as tuas necessidades?
É verdade que não vives sem a Sua companhia.
É por isso mesmo que há em ti,
A fonte cristalina da Água da vida.
Portanto, a fartura está no teu regaço.
Muita abundância  existe
Para os que estão ao teu lado.
O teu vigor, o teu brilho, a todos encanta.
Oferece sempre o teu sorriso
Que aformoseia o teu rosto,
E te dará graça, tanta...
Assim te sentirás, de amor, de carinho,
De ternura,naturalmente tão envolvida,
Que, constantemente, de ti se ouvirá:
Quão linda...! Quão bela é a vida...!

Is 54.1-3; 1 Sm 1.8; Fl 4.4,8,13; Jó 4.4;
Pv 15.13; 31.10-31.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar