BOA NOITE: Cartilha da vida que vale a pena (5) – TEMPERANÇA (Lécio Dornas)

alt Temperança tem a ver com moderação, comedimento e sobriedade.

O sentido bíblico é o do domínio próprio ou do autocontrole. Trata-se da capacidade de domininar-se, como no texto de Provérbios 16.32b “... quem tem domínio próprio é melhor que aquele que conquista uma cidade.” A Nova Tradução na Linguagem de Hoje traz: “... é melhor saber se controlar do que conquistar cidades inteiras.”

Tal senso de comedimento é obtido pelo espaço que damos ao Espírito Santo em nossas vidas, ou seja, pelo quanto permitimos que o Espírito Santo nos guie e instrua na Palavra de Deus; posto ser parte do fruto do Espírito (Gálatas 5.23). Domínio próprio é, na verdade, a vitória de Deus sobre o nosso ego.

Agir com temperança é evitar o pedantismo e a prepotência; é andar na via oposta à da arrogância; é preferir até sofrer perdas e dor, mas manter-se na trilha da moderação. Andando nesse caminho, a pessoa evita brigas e desavenças, não provoca o outro á ira e, de quebra, desvia dos outros, a braveza.

Sendo “melhor que conquistar cidades inteiras”, ser temperante é conquistar-se, mas  conquistar-se para que, doravante, Jesus dirija. E “com Jesus na condução”, diz o cântico, “tudo é muito bom!”

Buscar ter domínio próprio e, a patir daí, vivenciar relacionamentos mais saudáveis e uma qualidade de vida melhor, para nós e para os que nos cercam, é viver uma vida que vale a pena.

BOA NOITE!
Lécio Dornas

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar