PERDÃO, AMIGO! (Luiz Tarquinio)

Perdão amigo,
Por estar tão longe ou perto demais,
Por dizer tão pouco ou muito demais,
Por ser tão pequeno ou grande demais,
Por ser tão rápido ou lento demais,
Por ser tão sábio ou limitado demais,
Por fazer tanto ou tão pouco demais,
Por me importar tanto ou ter desprezado demais,
Pelo beijo e pelo tapa,
Meu silencio e minha palavra.

Perdão amigo,
Por abraçar ou ter me afastado demais,
Por dar tanto ou não ter dado jamais,
Por ser eu mesmo ou imitado demais,
Por ser tão nobre ou medicante demais,
Pelo meu choro e sorrisos demais,
Pela verdade não dita e ditas verdades demais.
Pelo meu humor e quando fui mal humorado demais,
Pelo ombro não dado, pela mão não estendida,
Pelo ouvido não disponibilizado, pelo abraço não concedido...

Perdão amigo,
Quando não fui ao encontro,
Quando não aceitei o convite,
Quando não tive força,
Quando não festejei sua vitória,
Quando não chorei sua derrota,
Quando decepcionei a expectativa,
Quando não segurei sua mão,
Quando não reparti.

Desculpe-me amigo,
E tenha a certeza que em 2012
eu vou conseguir mudar tudo isso não.
Conto com sua paciência...

Comentários   

 
#1 PERDÃO, AMIGO! (Luiz Tarquinio)Veronique 09-04-2014 04:44
This is really interesting, You are a very skilled blogger.
I've joined your feed and look forward to seeking more of your wonderful post.
Also, I have shared your web site in my social networks!


Feel free to surf to my web blog getfastinstagra mfollowers.org: http://mixtapepushers.com/members/angeline6/activity/116976/
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar