MÚSICA E MERCADO: 3 DICAS (RamonChrystian)

Há várias vertentes de trabalho para aqueles que desejam entrar na carreira musical. Mas é muito necessária uma postura profissional diante deste cenário onde o padrão de qualidade é fator determinante para o sucesso profissional.

1-ESTUDAR É PRECISO: Seja qual for a vertente de trabalho musical escolhida, o profissional de música deve ser um amante do estudo. Se for um artista de performance, deve dominar o instrumento, se for um professor deve dominar também métodos de ensino e melhores didáticas. Não tem como sustentar uma profissão deste porte só pelo aprendizado empírico, o profissional deve buscar também conhecimento acadêmico para oferecer um trabalho de excelência. “O profissional deve buscar também conhecimento acadêmico.”

2-TRABALHAR EM DOCÊNCIA: O mercado de ensino musical é competitivo. Como se destacar? É muito importante a qualidade do ensino, a metodologia utilizada e a qualidade didática do professor.Quando os alunos têm segurança que estão estudando com qualidade, eles mesmos recomendam o curso a outros. Na atualidade, tem estado abertas as portas de trabalho em escolas públicas e privadas de ensino fundamental e médio, onde o governo exige a inserção da disciplina ligada à música. Esta é uma boa oportunidade para os licenciados que podem lecionar em tais instituições.

3- TRABALHAR EM PERFORMANCE: Para o músico de performance há outras possibilidades. Acompanhar um cantor ou banda, ser um cantor, fazer trabalhos em estúdios, tocar em cerimônias como aniversários e casamentos, enfim, também neste caso a alta qualidade é essencial. Para os músicos de instrumentos de orquestra há também a possibilidade de realizar concursos para trabalhar em orquestras mantidas pelo governo, os salários iniciais atraem e pode ser uma carreira interessante. Estas são algumas dicas que podem ajudar àqueles que desejam trilhar por este caminho.

É muito importante ser profissional, estudar muito e também não desvalorizar a profissão cobrando valores baixíssimos. Vale lembrar que os custos de aprendizagem da profissão são altos. Muitas vezes, uma graduação na área está custando a mesma faixa de cursos como biomedicina, administração, arquitetura, direito e psicologia.

Ramon Chrystian de Almeida Lima

Acesse: www.letrasonora.com.br Música | Recursos | Reflexões

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Array
(
    [type] => 8
    [message] => Undefined index: option
    [file] => /home/praze123/public_html/libraries/joomla/environment/uri.php
    [line] => 408
)