CAMINHO DE VOLTA (Ramon Chrystian)

“Não muito tempo depois, o filho mais novo reuniu tudo o que tinha e foi para uma região distante; e lá desperdiçou os seus bens vivendo irresponsavelmente.” (Lucas 15.13)

Conhecemos bastante a parábola do filho pródigo e neste verso podemos tirar algumas lições para nossa vida:
 
1- Vivem assim aqueles que não se entregam ao Senhor Jesus. Vivem de forma irresponsável comendo os “farelos” do mundo. Os farelos são as concepções intelectuais humanas sem compromisso moral com Deus, uma vida de frivolidades, uma vida sem a percepção de que só podemos chegar até Deus por meio de Jesus.
 
2- De certa forma, podemos proceder de maneira semelhante quando em nossa vida ignoramos ao Senhor. Talvez em alguma área podemos comer farelos, pois seguramos os nossos desejos em nossas mãos não os entregando a Deus. Isso quer dizer que mesmo aceitando o Senhor em nossas vidas, podemos em alguma área ainda não termos deixado o Espírito de Deus atuar nos moldando.
 
3- Pode ser muito fácil julgar a vida alheia dizendo que o caso de fulano ou beltrano seja impossível ou que este ou aquele está andando erroneamente. Para Deus nada é impossível, assim como ele restaurou o filho pródigo, pode restaurar nossas vidas e as daqueles cujos supomos ser impossíveis de restauração.
 
RAMON CHRYSTIAN DE ALMEIDA LIMA

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar