O TAMANHO DOS GIGANTES (Richard José Vasques)

 

Esse é o título que Israel Belo de Azevedo, meu pastor na Igreja Batista Itacuruçá (Tijuca - Rio de Janeiro) deu ao texto que ele publicou no nosso Diário de Crescimento Cristão de hoje (04/06/15). Vou transcrever algumas frases e completar com alguns versículos que acabei de ler:

 

Matamos os gigantes, mas os gigantes voltam. Na verdade, nós precisamos dos gigantes como precisamos dos desertos. Os gigantes mostram a insuficiência de nossas forças e nos lembram dos gigantes que derrotamos (vencemos) ontem.

 

Eles, os gigantes, também nos forçam a olharmos para o alto, de onde vem o verdadeiro socorro (leia o Salmo 121 todo, é maravilhoso). Ao vencermos gigantes hoje, não poderemos nos acomodar pensando que nunca mais eles voltarão. Eles podem retornar amanhã, ainda mais fortes.

 

Os gigantes são do tamanho do nosso medo. Quanto mais medo se tem deles, maiores são;  quanto menos medo, menores serão. Mas pelo poder de Deus podemos derrotá-los. Crê nisso? Então continuemos a nossa luta:

 

Se trabalhamos e lutamos é porque temos colocado a nossa esperança no Deus vivo, o Salvador de todos os homens, especialmente dos que creem. (1 Timóteo 4.10)

 

Louve-o pela esperança que Ele nos dá.

 

O salmista diz assim: "Louvarei o nome de Deus com cânticos e proclamarei sua grandeza com ações de graças, pois Deus salvará Sião (me salvará, te salvará) e reconstruirá as cidades de Judá (a minha vida e a sua vida, onde houver necessidade de reconstrução).” (Salmo 69.30,35a)

 

Que assim seja. Louve ao Senhor. Cante para Ele. Gosta de cantar? Não sabe cantar? Não há problema. Deus vê o seu coração. Entoe o seu cântico para Ele.

 

Este é o dia, que o Senhor fez, me alegrarei, celebrarei. Forte abraço.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Array
(
    [type] => 8
    [message] => Undefined index: option
    [file] => /home/praze123/public_html/libraries/joomla/environment/uri.php
    [line] => 408
)