As duas (únicas) vocações de um pastor

Meditando um pouco sobre o ofício pastoral, sugiro que ele tem duas vocações. 

Primeira vocação:
. Devemos orar pelos nossos irmãos. Mais: devemos orar com os nossos irmãos. Segunda vocação:
. Precisamos nos preparar para pregar aos nossos irmãos. Eles esperam a Palavra de Deus, e não devem ouvir outras palavras. Falar a Palavra de Deus demanda mais preparo que uma aula na universidade.

O tempo que gastamos com outras atividades que não são vocacionais é tempo perdido. Se gastamos com outras atividades, não gastamos com as nossas vocações.
É claro que são muitas as expectativas para o trabalho pastoral, a maioria servindo para nos afastar das nossas reais vocações.

A pergunta que não pode calar, por mais que nos incomode, é: quanto tempo gastamos orando por nossos irmãos, no silêncio de nosso culto individual? Quanto tempo gastamos orando dialogalmente com eles?

Podemos subir ao púlpito com apenas duas ou três horas de preparação. Podemos até colher resultados, até copiando sermões dos outros. Podemos ter desculpas (visitação, administração), mas o que importa é que saibamos que estamos sendo infieis. 

ISRAEL BELO DE AZEVEDO

Comentários   

 
0 #6 DiáconoJosé Carlos Moura 13-09-2014 17:22
Caro Pastor Israel,
Num simples texto como esse se encontra a verdade do chamado pastoral e o que se espera dele. Com isso temos Igrejas apáticas, sem alimento, sem ação, sem edificação. Falta o pastor. Na falta do pastor temos o "pastor presidente". Os sermões muitas vezes não preparados, lidos, e não raro copiados de outros, ou daquele arquivo de sermões salvos no computador. Pastorais copiadas da internet, de outros pastores, e nem a fonte indicam, mesmo quando há a recomendação daquele que escreveu. Mas mesmo assim, assinam como autor da pastoral. O que fazer? Recentemente ouvi um pregador dizer: O Pastor da Igreja deve ser tratado como um Rei. Ai penso: Jesus veio para servir, e o que vemos é pastores querendo ser servidos pela Igreja e não servirem a Igreja. E agora? O que fazer? Vamos orar e pedir a Deus que atue na vida desses pastores e reconheçam na sua vocação e se lembrem de seus oficios pastorais tratados nesse seu artigo.
 
 
0 #5 E as visitas e aconselhamentos ?Guest 29-08-2011 01:38
Pr Israel, concordo plenamente com o senhor em relação ao texto acima, entretanto, confesso, talvez por ser novo no ministério (menos de um ano) fiquei em dúvida no seguinte:
Como fica a visitação (na qual invisto muito tempo) e o aconselhamento pastoral, digo no gabinete?
Tenho visto que estes dois pontos tem abençoado muito nossa igreja e gerado muitos frutos, como o senhor enxerga essas duas funções pastorais, se é que o senhor entende como isso como sendo uma função pastoral.

grato,

Pr. Valmir
 
 
0 #4 As duas vocações de um pastorGuest 26-08-2011 22:27
Boa noite,meu querido pastor Israel Belo.Mais uma vez quero lhe parabenizar pelo lindo texto escrito pelo irmão.
Verdadeiramente pastor Israel esses são os dois únicos
ministérios de um pastor:a intercessão pelos irmãos e o
ministério da palavra de Deus.Hoje estamos nos deparando
com uma triste realidade nos ministérios pastorais.essa triste realidade se dá por duas vertentes:1-Pas tores que não oram
mais nem mesmo por suas famílias que dirá pelas ovelhas do
rebanho de Cristo;2-Pastor es que não gastam tempo com a
estruturação ea devoção espiritual de um sermão bem estudado e preparado com os joelhos em terra.Hoje estamos
nos deparando com pastores que entendem a igreja como uma grande organização empresarial que vise apenas o lucro
do vil metal,esquecend o de que o ofício de um pastor é de viver para pastorear ovelhas e não dinheiro.
 
 
0 #3 as duas (unicas )vocaçoes de um pastorGuest 26-08-2011 11:49
obrigado colega por seu texto,era o que eu precisava ouvir hoje,Deus mais uma vez te usou grandemente,oro para que Deus te mantenha sempre motivado e abençoe a sua familia,um grande abraço!
 
 
0 #2 Orando com os irmaosGuest 26-08-2011 09:30
Tema apropriado e atualizado. Para orarmos com os irmãos precisamos visitá-los, ou convidá-los para estarem conosco no gabinete. Alguns pastores dizem que não gostam de visitar, outros alegam que não têm tempo, outros dizem: não gosto de todas as ovelhas, gosto das que lhe são mais chegadas. (pastor seletivo) O que fazer para ser fiel à vocação que nos é confiada?
Abraços
 
 
+1 #1 Lutero e a vocação pastoralGuest 26-08-2011 09:07
Lutero adotou, da tradição medieval, uma fórmula tríplice da função do "pastor' ou "bispo":

- guiar - servir de modelo para o rebanho (zelo na conduta pessoal)
- apascentar/alim entar - ensinar a Palavra de Deus com correção, zelo, etc. (zelo no ensino)
- vigiar/defender - estar presente, com pastor, orar, admoestar, etc. (zelo no cuidado pastoral)
Acho que diz muito.
Abs.
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar