1. Últimos textos
  2. Palavra de Esperança
  3. Últimos comentários
  • 21.09.2017 03:07
    COMO DEVE SER O HOMEM DE DEUS EM NOSSOS DIAS? (Oswaldo Jacob)
    Este Texto me convenceu de uma coisa, eu seriamente acredito que este site precisa de muita atenção por ...
     
  • 21.09.2017 03:07
    Prazer da Palavra
    Se 30% dos sites criassem um conte˙do como este aqui , teríamos uma internet, muito mais fantástica para ...
     
  • 21.09.2017 03:06
    Prazer da Palavra
    Bom aqui! Também seu site carrega rápido ! O que host você está usando? Dá-me seu link de afiliado ...
     
  • 20.09.2017 22:14
    Prazer da Palavra
    Adorei Sua postagem, Você acabou de conseguir mais um seguidor para Teu web site. CongratulaÁıes pelo ...
     
  • 20.09.2017 20:00
    Prazer da Palavra
    Fantástico conteúdo Muito obrigado ! Sinta se livre para visita meu blog net acompanhantes tijuca ...

PRECE PARA O DIA

O dia é este,
Que tu me deste.
Vou fruir cada hora que passa
Como gostoso sorvete que se gasta
Mas lega um sabor
Que desce 
E a vida floresce.
 
Se algo doer,
Na alma
Ou no peito ou no pé
Será com fé,
Para ter calma,
Que vou viver.
 
Vou o ontem agradecer,
Vou o hoje celebrar.
Mais: vou te entregar
Tudo o que vai acontecer.
 
O que desejas sentirei,
No que escreves meditarei,
O que cantas entoarei,
Como queres que eu seja é que serei.
 
Farei de cada atividade um compromisso,
De cada atividade farei mais que um serviço:
Será um hino dedicado a Cristo,
Para que ele viva através de mim, submisso.
 
O tempo como se fosse dos céus 
Vai por minhas mãos santas
Se desdobrar,
Minhas palavras serão muitas
Mas apenas as necessárias:
As que tomam pela mão a pessoa
Que como criança recebe o Reino de Deus.
Eu mesmo serei mentoreado por ele
Como quem é dele,
Como quem vive por causa dele.
As palavras da minha boca
Não repetirão a coisa louca
Da opinião alheia
Mas serão como perfume
Que une,
Que abençoa,
Como peça que torna a máquina da vida uma engrenagem boa. 
 
E tudo porque eu sei
Que em mim habita o teu Espírito Santo
Que me ama tanto
Que por ele nutrido serei.
E serei asas que fazem o outro voar
Sem desanimar,
Com um sopro que fortalece,
Como flor que aparece
Mesmo onde o deserto é tão grande
que parece que não vai terminar.
 
Cada instante
Será uma prece
De gratidão
De quem não merece
Sequer o pão
Que será comido como presente,
Como dádiva.
O trabalho, leve ou pesado,
Será pensado
Como suor
Que verte
Para o chão 
E também sobe a Ti como oração
Contente
Para que cada hora esteja ávida
De mais comunhão 
Com os conhecidos,
Com os desconhecidos,
Com os que que vivem a esmo,
Com os que reconhecem o dia como teu dom,
Oh nosso Autor
E de toda Criação.
(Salmo 118.24)
 
Israel Belo de Azevedo
 

Livros de Israel Belo de Azevedo - impressos

                

 
Array
(
    [type] => 8
    [message] => Undefined index: option
    [file] => /home/praze123/public_html/libraries/joomla/environment/uri.php
    [line] => 408
)