Chácara Jr.

João 14.06: JESUS, A PORTA DA SALVAÇÃO

JESUS, A PORTA DA SALVAÇÃO
João 14.6

Pregado na Igreja Batista Nova Jerusalém, São Januário, Rio de Janeiro, RJ, em 15.10.97.


1. INTRODUÇÃO
Um ator entrou com um processo contra uma porta. O caso Lafon. O incômodo da porta-giratória de banco, que atrapalha os ladrões, mas complica nossa vida.
O fascínio das portas digitais que levam a vários mundos. O caso da pesquisa para este sermão: há milhares de páginas na Internet com a palavra `porta'. Não pude ir a todos os endereços, mas eles estão lá à minha espera.
O perigo das portas de vidro, que, às vezes, são tão transparentes, que acabamos descobrindo que dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço e que qualquer tentativa resulta em susto e/ou dor.
A palavra 'porta' tem amplos significados: porta-de-entrada, porta-de-saída, porta principal, porta-da-cozinha... Lembrar: a experiência de encontrar a porta (no escuro, por exemplo).
Porta separa o que está `dentro' do que está `fora'. Mesmo quando se trata de porta-disquete, porta-CD, porta-documento, porta-moeda, porta-retrato. Perguntar: a quem tem porta-chave (chaveiro), porta-documento, porta-moeda.
Há outros sentidos, mas o sentido básico continua o mesmo, mesmo no caso de porta da noite, porta da esperança (como no programa Sílvio Santos), porta da vida.

2. JESUS É  A PORTA
A Bíblia ilustra bem o quanto gostamos de portas. Nela há 693 referências a porta ou portão.
Jesus mesmo se apresenta como sendo a porta. O caso do pastoreio de ovelhas.
Nos tempos bíblicos, quando os pastores recolhiam suas ovelhas à noite, entravam por uma abertura de pedra e faziam entrar as ovelhas. Por isto, a porta de um rebanho de ovelhas era o próprio pastor. Jesus se compara a esta porta.
Jesus é a porta pela qual podemos entrar no mundo da felicidade. A Bíblia chama isto de "transbordância" de vida (Jo 10.10), que é aquilo que todos buscamos. O caso de quem veio aqui hoje.
No entanto, todos sabemos que há outras portas. Ou: há outros pastores. Por isto, a vida é feita de escolhas. Podemos escolher a porta da vida. Podemos escolher a porta da morte.
Há muitas portas abertas. José, quando estava na casa do Faraó, teve a porta aberta do quarto da esposa do governador, que o convidou para se deitar com ele. A porta estava aberta, mas ele não entrou por ela. Ele percebeu que aquela era uma oportunidade a ser evitada e a evitou (Gn 39).

3. CARACTERÍSTICAS DA PORTA CHAMADA JESUS
2.1. Ela é móvel e fixa
    Móvel porque está onde estamos. Entramos nela, não importa onde estejamos geográfica e psicologicamente. É como uma trave de gol que podemos mover. No caso, ela é quem se move para nos alcançar.
    Fixa porque sabemos onde ela se encontra. Está na cruz, para onde podemos olhar, mirar, alcançar e entrar. O caso de minha subida ao Sumaré.

2.2. Ela é larga e estreita
    Larga porque nos cabe a todos, não importa o tamanho de nosso corpo ou o nosso jeito de ser.
    Estreita porque exige de nós disposição para uma nova vida (depois de passados pela porta).

2.3. Ela é aberta e fechada
    Aberta para todos quantos querem entrar por ela.
    Fechada para todos quantos não querem entrar por ela.


4. UMA PORTA QUE FAZ DIFERENÇA
Porta tem a ver com oportunidade. Desenvolver.
Para que serve uma porta que está sempre fechada? Para que serve um porta-moeda que não guarda moeda. Para nada. Para que serve a porta chamada Jesus? O resultado, que se vê nas vidas de quem já entrou por ela, é que vale a pena.
As portas em geral ficam fechadas. A porta-Jesus está sempre aberta. Para abri-la, precisamos conhecê-lo e crer que ele é a porta.
Há portas que conduzem para a escuridão e portas que conduzem para a luz. Jesus conduz para a luz, porque ele é a luz do mundo.
Se o seu objetivo é a felicidade, só há uma porta: Jesus. Ninguém vai ao Pai, isto é, ninguém entra no reino da felicidade, se não entrar pela porta da salvação, que é ele mesmo (Jo 14.6).
Agora, duas advertências necessárias:
. Muitos buscam a porta pelas bênçãos que traz. Por isto, andam atrás de portas, quando a única porta que importa já está aberta à sua espera. Entrar por ela traz bênção, mas exige renúncia.
. Os que já entramos pela porta precisamos anunciá-la aos outros. Não pode ser um conhecimento exclusivo nosso. Agir assim é não entender a natureza desta porta.

Retomando, o que garante que vale a pena entrar pela porta é o resultado: a salvação.

5. CONCLUSÃO
Se porta separa dois espaços (dentro e fora), onde você está: dentro (da transbordância/felicidade, que Jesus oferece) ou fora?
Por fim, olhemos este porta-retrato. Trata-se de um suporte. No meio dele, coloca-se uma fotografia. Pense em Jesus como um porta-retrato. Coloque a sua foto nele. Desenvolver.
Jesus é a porta pela qual a ovelha entra e sai do rebanho. Ele é a porta aberta para a passagem e para a comunicação. Ele é o mediador entre o dentro e o fora. Sem ele, quem está fora (da salvação) não entra.

Comentários   

 
0 #1 Jesus, a portarobson faria 09-05-2014 06:01
Pastor gostei da reflexão sobre as portas.
O irmão poderia postar algo sobre "caminho"?
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar