GABRIELA: Protesto encaminhado à Central Globo de Produções. (Rui Xavier Assunção)

Embora eu não seja professor, protesto veementemente contra a ridicularização da figura do professor na novela em epígrafe. Um cidadão humílimo, mal remunerado e que humildemente se submete  ao poderio de um ricaço.
É o retrato da situação da época em que se passa a história, dirão os senhores. Será?!...
Afirmar que a educação é a base para o desenvolvimento de um povo, uma nação, um país já se tornou lugar comum mas nada se faz para mudar o quadro. Em períodos de campanha eleitoral os políticos muito falarão sobre o tema mas, se eleitos, rapidamente esquecerão o assunto e dele só se lembrarão na campanha para a re eleição.
As escolas são mal conservadas e mal equipadas. Os funcionários e os professores mal remunerados. Muitos mestres para auferirem um salário razoável vivem correndo de escola à escola, sem tempo de se alimentarem, quanto mais de prepararem as aulas.
Os professores universitários estão em greve há quase dois meses e a Excelentíssima Senhora Presidente da República  não tem pulso para exigir de seus Ministros a solução do problema. Em outras plagas eles já teriam sido, no mínimo,  substituídos.
E nesse quadro a poderosa Rede Globo a ridicularizar os professores. Francamente!...
Ignoro se o sindicato dos professores se manifestou. Se não o fez, deveria ter feito.

Comentários   

 
0 #1 faz me rirGuest 18-10-2012 15:14
é uma obra ficicional, e do começo do seculo passado ainda
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Array
(
    [type] => 8
    [message] => Undefined index: option
    [file] => /home/praze123/public_html/libraries/joomla/environment/uri.php
    [line] => 408
)