Uma boa intenção horrorosa: um problema de tradução (Maysa Monte)

alt

Maysa Monte não conseguiu postar seu comentário ao BOM DIA: Uma boa intenção horrorosa
. Transcrevo-o, então.
 
Não consegui comentar no blog, mais uma vez obrigada por manter meu nome na lista.
 
É, Israel, a dependência das traduções nos faz sofrer. Você pinçou um exemplo perfeito. (Aliás, nas igrejas desse país tropical a neve é usada como exemplo...). Mas, voltando ao corinho, a frase, "For the Father up above is looking down in love", o tradutor trocou ]Pai[ por Salvador e ainda eliminou o "detalhe" do amor (in love).   Essa tradução realmente assusta. Primeiro, porque o corinho foi composto para "little children", crianças pré-escolares, que estão aprendendo as partes do corpo e a não colocar a mão no fogo,  pisar no molhado e coisas assim. Portanto, faltou uma adequação da tradução. Segundo, no inglês, não soa intimidador mas remete a uma orientação que naturalmente é dada pelos pais às crianças pequenas. Para você ver como, para os americanos não é traumatizante, o corinho voltou a tocar nas rádios, resgatado pela famosa banda cristã CASTING CROWNS, que estendeu a mensagem aos jovens e acertou em cheio:
"Slow Fade"
Be careful little eyes what you see
It's the second glance that ties your hands as darkness pulls the strings
Be careful little feet where you go
For it's the little feet behind you that are sure to follow
 
It's a slow fade when you give yourself away
It's a slow fade when black and white have turned to gray 
Thoughts invade, choices are made, a price will be paid
When you give yourself away
People never crumble in a day
It's a slow fade, it's a slow fade
 
Be careful little ears what you hear
When flattery leads to compromise, the end is always near
Be careful little lips what you say
For empty words and promises lead broken hearts astray
 
It's a slow fade when you give yourself away
It's a slow fade when black and white have turned to gray 
Thoughts invade, choices are made, a price will be paid
When you give yourself away
People never crumble in a day
 
The journey from your mind to your hands
Is shorter than you're thinking
Be careful if you think you stand
You just might be sinking
 
It's a slow fade when you give yourself away
It's a slow fade when black and white have turned to gray
Thoughts invade, choices are made, a price will be paid
When you give yourself away
People never crumble in a day
Daddies never crumble in a day
Families never crumble in a day
 
Oh be careful little eyes what see
Oh be careful little eyes what you see
For the Father up above is looking down in love
Oh be careful little eyes what you see 
 
Neste sábado das onze linguas oficiais da África do Sul, ofereço a minha tradução revista e atualizada [rsrsrsr], com a melhor das intenções, esperando livrar meus compatriotas desse trauma de infância. Cante comigo:
Cuidado, olhinho com o que vê (2x)

O Pai do céu te ama e está vendo lá de cima.
Cuidado, olhinho com o que vê.
 
MAYSA MONTE
 
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar