Como Moisés passou a seco pelo mar Vermelho

300

alt


300
A Folha de S. Paulo resume estudo assinado por dois cientistas, explicando como foi a passagem do povo hebreu pelo mar Vermelho. Eis a reportagem. Preste atenção nos tempos verbais utilizados pelo redator brasileiro.
 
REINALDO JOSÉ LOPES
Segundo o texto bíblico, "um forte vento leste" soprando sobre o mar teria aberto as águas para Moisés e os israelitas que fugiam do Egito. Agora, dois cientistas dizem que o "milagre" é compatível com as leis da física.
Carl Drews, do Centro Nacional de Pesquisas Atmosféricas dos EUA, e Weiqing Han, da Universidade do Colorado em Boulder, traçam um cenário que eles consideram "relativamente próximo" do descrito no livro do Êxodo, o segundo da Bíblia.
Em artigo recente na revista científica "PLoS One", eles estimam que um vento de velocidade próxima de 100 km/h, soprando sobre a desembocadura do rio Nilo por 12 horas, teria sido suficiente para empilhar as águas e abrir uma passagem com alguns quilômetros de largura.
Drews e Han chegaram a essa conclusão com simulações, em computador, do comportamento do líquido, e levando em conta como seria a topografia do Egito no fim da Idade do Bronze (por volta de 1250 a.C.). Essa é a época mais aceita para a suposta fuga dos escravos israelitas, liderados pelo profeta Moisés.
Um detalhe importante para que a análise dê certo é que, de acordo com essa hipótese, a travessia dos fugitivos não teria acontecido no mar Vermelho atual.
A maioria dos estudiosos do texto bíblico considera que a melhor tradução para o termo original hebraico, "Yam Suph", não é "mar Vermelho", mas sim "mar de Caniços". A expressão seria uma referência, portanto, não ao mar entre a África e a Arábia, mas a uma área pantanosa (daí os caniços, plantas aquáticas) onde o Nilo encontra o mar Mediterrâneo.
Acontece que as simulações de como era o delta do Nilo nessa época, levando em conta as rochas e sedimentos da região, indicam a presença de um grande braço do rio, o qual se conectava com uma lagoa salobra, o chamado lago de Tânis.
O vento leste descrito no Êxodo, portanto, teria feito recuar as águas rasas (com cerca de 2 m de profundidade) do braço do Nilo e do lago, o que, em tese, teria permitido a passagem de Moisés e seu povo para longe dos guerreiros do faraó.
Além das simulações e dos dados geológicos, os cientistas citam a ocorrência de fenômenos parecidos em épocas recentes. O vento conseguiu façanha parecida em 2006 e 2008 no lago Erie, nos EUA. No fim do século 19, oficiais britânicos viram algo do tipo acontecer no próprio Nilo (leia texto abaixo).
Como tudo que cerca o lado histórico dos textos bíblicos, a pesquisa já nasce polêmica. Drews, por exemplo, fez algo pouco comum em outros artigos científicos: declarou, logo no início do estudo, que poderia ter conflitos de interesse sobre o tema, já que é cristão e tem um site no qual defende a compatibilidade entre ciência e fé.
Nem ele nem Han dizem ter provado a veracidade do Êxodo. Toda a história da fuga dos israelitas do Egito, aliás, é muito contestada por arqueólogos e historiadores.
Gente como o arqueólogo Israel Finkelstein lembra, primeiro, que não há menções ao épico nos registros egípcios nem artefatos ligados à migração de 40 anos de Moisés e hebreus no deserto.
Em segundo lugar, tanto a língua quanto os artefatos dos povos que formariam mais tarde o reino de Israel são praticamente idênticos aos dos povos que já habitavam a antiga terra de Canaã (hoje dividida entre judeus e palestinos), supostamente invadida pelos israelitas.
Por isso, muitos arqueólogos apostam que o povo de Israel teria surgido dentro da própria Canaã, a partir de tribos que já viviam por lá.


MEU COMENTÁRIO -- A explicação científica, bastante interessante, não é nova. Em "Milagres do Êxodo" (editora Imago), o cientista britânico Colin A. Humphreys caminha na mesma direção.
Um dos autores, como informa a reportagem, é batista, como
 Colin A. Humphreys.

ISRAEL BELO DE AZEVEDO
 

Comentários   

 
0 #11 Dupla de ateus!Roberto 10-11-2015 23:09
Essa dupla ameicana de ATEUS que não acreditam em Deus e não sabem nada da Biblia querem fazer um grande milagre parecer coisa comum,ciencia nenhuma explica milagres.Dois metros de agua nunca fizeram homens montados em carros da época se afogarem,pois um homem em cima desses carros ficavam com mais de 2 metros de altura,e nunca vi mar com essa profundidade.A verdade é que esse mar tem uma profundidade de centenas de metros e quando Deus mandou fechar o mar foi tanta agua que nem mesmo os melhores mergulhadores puderam se salvar.
 
 
-1 #10 eresias....Guest 20-03-2013 01:58
esse povo qdo pega para estudar, tira Deus de dentro do coraçao e coloca toda a ciencia na frente.... é por causa desses ereges q o homem inventou q a origem do homem vem do macaco.... aff... ta faltando Deus nessa nação, ta faltando Deus no mundo... pq isso significa dominio de inimigo...
 
 
+1 #9 O NOSSO DEUS é o maiorGuest 10-11-2012 01:25
nós acreditamos no nosso DEUS ; porque ele é mesmo o maior. e tudo que existe vocês crendo ou não mais foi feito por ele ( JEOVÀ)
 
 
0 #8 cheroGuest 04-06-2012 10:31
desculpe amigo douglas eu acredito em voce
 
 
0 #7 amorGuest 04-06-2012 10:27
eu sempre quero ver deus como maior eu acredito nele
 
 
0 #6 amorGuest 04-06-2012 10:25
e legal saber mas
 
 
0 #5 Arqueologia diz outr coisaGuest 13-08-2011 16:45
P/ quer atravessar o mar dos sargaços se antes do suez o continente africano era ligado por terra ao asiatico ?

A arqueologia provou que á época do exodo Canaã era colonia penal dos egipcios. Então Moisés foi desterrado lá.
 
 
+2 #4 incredulosGuest 30-04-2011 15:28
bandos de hip[ocritas!!!
 
 
+1 #3 Detalhes IgnoradosGuest 17-02-2011 21:09
Do texto " Como Moisés atravessou o mar. . . ", acredito não ser o primeiro a perguntar , como se deu o afogamento de todo o exército de faraó.
 
 
0 #2 Ciência e TeologiaGuest 24-09-2010 13:56
Temos também o fenômeno do momento, o doutor em cosmologia Stephen Hawking dizendo: "Seria difícil explicar por que o universo teria começado desta exata maneira, a não ser como o ato de um Deus que quisesse criar seres como nós". (Hawking, S.)
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Array
(
    [type] => 8
    [message] => Undefined index: option
    [file] => /home/praze123/public_html/libraries/joomla/environment/uri.php
    [line] => 408
)