Identificado o nome do proprietário de um papiro do Novo Testamento



A pesquisadora AnneMarie Luijendijk, da Universidade de Princeton, identificou o proprietário de um papiro grego do Novo Testamento. Seu nome é Aurelius Leonides, um comerciante de linho do Egito, que viveu no século 4 d.C. Descoberto no final do século 19 em Oxyrhynchus, localizada a 160 km do Cairo, o papiro contém os primeiros sete versículos 1-7 da Carta de Paulo aos Romanos.
Segundo a professora, é a primeira que se identifica o dono de um papiro grego do Novo Testamento. 
Para encontrar o antigo proprietário deste papiro, que foi encontrado amarrado com um contrato dato de 316, ao tempo, portanto, do imperador Constantino, o Grande, Luijendijk fez um trabalho de detetive.
Ela descobriu que Aurelius, cujo nome aparece no próprio manuscrito, era um comerciante de linho que arrendava terras para o cultivo. Ele tinha um negócio com um cristão, que enfrentou perseguição e confisco dos bens. Este cristão se chamava Ammonius e era leitor da Bíblia na igreja da sua aldeia. O pai de Aurelius, que era o líder de uma guilda local, se chamava Theon.
 
Se precisar tradução, clique aqui e depois cole o texto, que aparecerá a tradução.
 
 
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar