CRONOLOGIA POÉTICA DO NASCIMENTO DE JESUS

alt
Uma faca ágil
em mão hábil
semeia o sangue no chão.

Um olhar atento
perscruta o vento.
O menino está pronto para a promessa.



CRONOLOGIA POÉTICA DO NASCIMENTO DE JESUS

ISRAEL BELO DE AZEVEDO

Duas preliminares se fazem necessárias para entendermos as datas relacionadas ao nascimento de Jesus Cristo:
1. A história da humanidade tem sido dividida em ANTES e DEPOIS de Cristo. Por isto, então, também na história bíblica, os fatos anteriores anteriores ao seu nascimento sao a.C. (antes de Cristo) ou d.C (depois de Cristo).
2. Não sabemos o dia ou o ano do nascimento de Jesus. Na Idade Média, um estudioso fixou este nascimento como sendo num determinado ano, a que chamou de ano 1 depois de Cristo (ou Era Cristã). As pesquisas posteriores mostraram que ele estava enganado, mas o calendário permaneceu. Por esta razão, todas as datas referentes ao nascimento de Jesus são a.C. (antes de Cristo).
1
20 SÉCULOS ANTES DE CRISTO

Deus chama a Abrão para ser uma bênção para sua si, sua família, sua nação a ser formada e para todas as famílias e nações da terra.
("Em ti serão benditas todas as famílias da terra" -- Gênesis 12.3)

[ENTRE ALTARES]
Entre altares, na terra dos seus deuses, avós e pais,
um homem sonha com outra vida possível.
Então, põe-se a caminho.
Então, chega, dias e meses peregrino.
Então, ouve que há outra trilha
para seguir com sua família.
É incerto o destino,
mas não é a voz de um deus qualquer.
Abraão ouve a palavra do Deus Único e Eterno.
E de novo se faz andarilho.

2
10 SÉCULOS ANTES DE CRISTO

Davi reina em Israel
A partir daí, todos os reis passaram a ser julgados à luz do que Davi fez.
[QUEM COMO DAVI?]
Quem como Davi pastoreará?
Quem como Davi obececerá?
Quem como Davi conduzirá?

O Messias que virá,
sem os erros de Davi,
sem a glória de Davi,
sem a riqueza de Davi,
sem as armas de Davi.

E não apenas para Israel
mas para todo aquele que crer
(onde e quando estiver)
com a graça do Emanuel.

3
6 SÉCULOS ANTES DE CRISTO

Os profetas de Israel anunciam que virá um Ungido (Messias) que pastoreará como Davi pastoreou e inaugurará uma nova era para toda a humanidade (Isaías 11.2-10). Ele descenderá de Davi (Isaías 11.1) e nascerá de uma virgem (Isaías 7.14) na cidade de Belém (Miquéias 5.2-5). Diferentemente de Davi, no entanto, ele será pobre, não montando carruagens mas um jumentinho (Zacarias 9.9), e morrerá de modo vergonhoso (Isaias 53.2-11).
[SEMENTE]
Natal é o grito de um Deus indignado
com o sangue sem trégua drenado
das crianças ainda sorrindo sua inocência
em meio a campos plantados de violência.

Natal é o gesto de um Deus encarnado
que desiste de todo tipo de intermediário
e toma Ele mesmo o humano itinerário.

Natal é a face de um Deus envergonhado
diante dos que usam a fé para sua própria liberdade,
mas tecem para os outros cordas de crueldade.

Natal é o canto de um Deus apaixonado
por justiça e igualdade (além da aparência),
sementes e frutos da paz autenticada
quando nossas mãos escolhem a reverência.


4
ANO 8 (PROVAVELMENTE) ANTES DE CRISTO

As famílias de Maria e José acertam o casamento dos dois.

Publica-se o decreto de César Augusto chamando para um recenseamento (Lucas 2.1).


5
ANO 7 (PROVAVELMENTE) ANTES DE CRISTO

Maria, noiva de José, recebe, em Nazaré, pela boca do anjo Gabriel a noticia de que está grávida de Jesus, concebendo, não de José, mas do Espírito Santo. (Lucas 1.26-38)

José pensa em se divorciar, mas é dissuadido por um anjo. (Mateus 1.18-21)

[QUEM ACREDITA EM ANJOS?]
O sonho semeou os segundos.
O dia trouxe as notícas de grande tristeza.
A menina estava grávida,
a cabeça baixa,
a casa trancada para esconder a vergonha.

Quem acredita em anjos?


Maria, grávida, acompanha seu noivo José, numa viagem de 10 a 20 dias, para fins de alistamento num recenseamento, até Belém, distante 160 km ao sul. (Lucas 2.5)

[DIVINA ENERGIA]
Aquela foi uma longa gestação,
o tempo da esperança de toda a humanidade.
O ventre de Maria é para todos nós agraciar.

Maria guardou sua história no coração,
até chegar a hora de pedir com solenidadee:
-- Façam tudo o que Ele lhe lhes mandar.

O silêncio no coração calado pela paz
que o Filho trouxe amorosamente
há que vibrar como um som de trovão
na conversa próxima e no grito eficaz,
nas ruas e nos meios de comunicação.

Quem pode reter tanta luz,
a luz que revela a alegria?
Quem pode se calar
diante da Palavra-guia?
Quem pode ficar parado,
tocado pela divina energia?

Provavelmente Maria e José se casam numa cerimônia em família, como eram os casamentos nesta época.

Os magos (homens sábios e estudiosos de astronomia), em algum lugar (ou lugares) do Oriente vêem um astro celeste e concluem que o Messias anunciado nas Escrituras (Antigo Testamento cristão) nasceu em Belém e preparam para visitá-lo. (Mateus 2.1-12)


6
ANO 6 (PROVAVELMENTE) ANTES DE CRISTO

Chegada a plenitude do tempo (Gálatas 4.4), Jesus nasce e é colocado numa manjedoura, por não haver lugar para sua família no quarto de hóspedes [kataluma] (Lucas 2.7).


[O FESTIVAL SEM FIM]
Naquela noite do primeiro Natal
como não esperava o antigo Israel
e também não aceitaria o mundo atual
Deus se tornou para sempre Emanuel.

Deus conosco à história de surpresa invadiu
para inverter das coisas a ordem natural
exaltando quem se julgava vil
e humilhando quem posava de imortal.

Deus conosco para sempre se fez
para em nossa companhia estar
e de nossa face a lágrima enxugar.

Por Cristo tornados filhos do Deus Aba
podemos seu nascimento celebrar
num festival que jamais acaba.


Jesus recebe, pela manhã, a visita de pastores de animais, que vieram direto das vigílias da noite, depois de avisados pelos anjos (Lucas 2.8-18).


7
ANO 6 (PROVAVELMENTE) ANTES DE CRISTO

8 dias depois do nascimento
Jesus é circuncidado em Belém, provavelmente pelas mãos de um ancião do povo de Israel, e recebe seu nome (Lucas 2.21)

[A FACA]
Uma faca ágil
em mão hábil
semeia o sangue no chão.

Um olhar atento
perscruta o vento.
O menino está pronto para a promessa.


8
ANO 6 (PROVAVELMENTE) ANTES DE CRISTO

30 dias depois do nascimento
Jesus é apresentado a Deus no Templo em Jerusalém (há 10 km de Belém), sendo abençoado por Simeão e Ana (Lucas 2.22-38)

[CÂNTICO DE SIMEÃO]
Eu vi. Eu toquei. Eu senti. Eu chorei.
Hoje eu vi a salvação que esperei
quando tomei no meu colo um bebê
chamado Jesus de Belém, aqui em Nazaré,
o primeiro filho dos meus amigos Maria e José.
Meus olhos brilharam ao ver
o meu Deus face a face,
eis que entre nós nasce
Aquele que nos permitirá viver pela fé.
Esta salvação me alcançou agora.
Esta salvação a você abraçar quer,
para que a luz de Deus brilhe em mim e em você
e todos adoremos o Senhor da história.

40 dias depois do nascimento
Maria termina o resguardo e é purificada mediante um sacrifício, no templo em Jerusalém.

Dias depois da purificação de Maria
Completadas as cerimônias religiosas, Jesus é levado de volta para Belém, ocupando provavelmente uma casa, agora que o fluxo de visitantes diminuíra, com o fim do recenseamento.


9
ANO 5 ANTES DE CRISTO
Jesus passa seus primeiros anos em Belém.
Jesus recebe a visita dos magos na casa em que morava com os pais, vindos de algum país (ou países) do Oriente, tendo feito escala em Jerusalém (Mateus 2.1b-11).
Os magos voltam para casa, evitando Jerusalém (Mateus 2.12).

10
ANO 4 ANTES DE CRISTO (MARÇO OU ABRIL)
Herodes manda executar todas as crianças com menos de dois anos de idade em Belém, resultando na morte de 7 a 20 pessoas (Mateus 2.16-18).

[A ESPADA]
Será louco todo rei?
Insano é o que se apossa do copo do poder
A ameaça suposta tem na morte o dever,
como uma bomba que multiplica os alvos por cem.
O louco olha para si mesmo e baba:
-- Espelho meu, espelho meu.
Reis não há. Aqui só eu.

E, para decepar vidas,
a espada abençoa
para que melhor amaldiçoe.


A família de Jesus (com cerca de um ano e seis meses de idade) foge para o Egito, cuja fronteira estava a cerca de 120 km de Belém ou 10 a 20 dias de viagem (Mateus 2.13-21).

Herodes morre (Mateus 2.15).


11
ANO 2 ANTES DE CRISTO OU ANO 2 DEPOIS DE CRISTO
A familia de Jesus (agora com quatro ou oito anos de idade) volta para Nazaré, a 240 km (Lucas 2.39; cf. Mateus 2.19-23).

A família de Jesus se estabelece em Nazaré, onde Jesus passa a sua segunda infância (Mateus 2.23; cf. Lucas 2.40), indo a Jerusalém, distante 100 Km, todos os anos para Páscoa (Lucas 2.41).

13
ANO 6 DEPOIS DE CRISTO (MARÇO OU ABRIL)
Jesus participa de mais uma Páscoa, em Jerusalém (Lucas 2:41-52).

Comentários   

 
0 #1 Cronologia Poética do Nascimento de JesusGuest 23-12-2009 16:55
Elegância na escrita e no estilo. Facilidade com as palavras e sentimento que contagia. Muito bom.
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Array
(
    [type] => 8
    [message] => Undefined index: option
    [file] => /home/praze123/public_html/libraries/joomla/environment/uri.php
    [line] => 408
)