TERREMOTO NO CHILE: Missionários batistas no Chile estão bem

  alt

Como todos sabem, um terremoto de alto poder destrutivo ocorreu na madrugada do dia 27 de fevereiro no Chile. O números de morte cresce a cada hora.
Os missionários batistas que atuam naquele país (César Queiroz, com sua família, e Marlene Tiede) estão bem. Marlene enviou um relato.
César, que chegou a Iquique no começo do ano com sua família, disse, pouco depois do meio dia deste sábado (27.2), o seguinte: 
-- O terremoto foi ao sul. E foi muito forte: 8.8! Estão acontecendo agora as réplicas... Os irmãos aqui estão orando, pois não há contato com os irmãos do sul.

Marlene Tiede, que atua no Chile pela segunda vez, enviou, perto das 3 horas da tarde deste sábado, a partir de Santiago a seguinte mensagem, em espanhol:

-- Quero apenas rapidamente lhes informar sobre o terremoto, já que só agora pude entrar na internet. As linhas telefônicas entram e saem. Ás vezes, temos comunicação e outras vezes, não.
Eu e outros missionários de Santiago estamos bem. Não conseguimos fazer contato com os missionários do norte por falta de rede nos celulares, embora lá tenha sido mais fraco o temor.
O epicentro foi a 90 km de Concepción, ao sul do Chile. Às 3h35min da madrugada, eu fui ao banheiro e começou um forte temor. Peguei as chaves para abrir o corredor e sair para o hall central do internato aqui no Seminário Batista.  A luz acabou e não encontrava meu celular. Literalmente fiquei sem ação, sem poder sair, quando tremia forte demais. Não consegui sequer pegar a chave certa para abrir a porta. Logo, o Pr. Armando e família começaram a descer as escadas. Seus filhos diziam: "Saia pela janela, Marlene". Tentei mas não consegui. Assim que alguem veio com um celular, pude encontrar a chave e abrir minha porta.
Desde então ficamos no patio do Seminário, temendo que as árvores caíssem. Todos ficamos muito assustados esperando as réplicas. Duas horas depois chegou a luz no prédio onde moro. Então, começamos a assistir as notícia até às 6h50min da manhã. Então, tentei dormir.
Na casa de minha amiga que vive no quinto andar, toda a louça caiu na cozinha. Por quatro horas, temos tentado domir, conseguindo às vezes descansar uma hora.
Todos estamos juntos com as demais famílias que já estão no Seminário e com os irmãos da igreja do Pr. Armando e vizinhos que vieram se acolher aqui também.
O edificio em frente ao Seminário ficou bastante destruído.
Na minha casa, cairam algumas louças, nenhuma de vido. O mesmo ocorreu com a família do  Pr. Armando de Oliveira.  
Estamos bem,. Muitíssimas graças por nos sustentar em oração.
A cidade em muitos lugares está um desastre so. Há um edificío de 19 andares que ruiu. Já temos 140 mortos, segundo acabei de escutar do noticiário.
Eu planejava viajar ao Uruguai na segunda-feira, mas não sei se poderei fazê-lo. Estou esperando. Queremos dormir, mas devemos nos prevenir com alimentos. Esperamos encontrar algo no supermercado que deverá abrir provavelmente à tarde.
Orávamos com o povo ontem e nos recordamos da Palavra de Deus que diz que ainda que a terra trema, Deus é o nosso amparo e fortaleza. Ele está consco. 
Todos estamos sensíveis e isto se vê no povo do Chile ainda nas ruas.

NOTA ÀS 18 horas (de Brasília) -- Falei agora com Cesár e Deise pelo skype (som e video). Estão todos bem. No entanto, há um alerta de tsunami. Se a cirene dos bombeiros tocar 5 vezes, é emergência e têm que sair para um lugar seguro há um quilômetro, levando documentos, água, biscoito e lanterna. Eles moram na quadra da praia. O abrigo fica num lugar elevado, parte do deserto de Atacama.

ISRAEL


 

Comentários   

 
0 #2 Cesar e DeiseGuest 01-03-2010 23:07
Gostaria que ter, se possível, o e.mail deles para fazer contato. Obrigado.
 
 
0 #1 Terremoto no ChileGuest 28-02-2010 21:56
Por esse tipo de acontecimento de desastre natural e outros a semelhança, onde missionários e cristãos batistas podem sofrer ou ainda atuar como agente de defesa civil e ao mesmo tempo apresentar as Boas Novas, que estou cursando o STBN, com foco em ministério pastoral, onde farei meu relatório de final de curso em Capelania Pós Desastre, uma vez que sou especialista nessa área, assim como professor da Escola de Defesa Civil do ERJ. Para que em tempo oportuno, poderei capacitar irmãos nessa área de atuação.
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar