Família: Presente de Deus (Roberto Abreu da Costa)

        Quando Deus institui a família, Ele na realidade estava nos presenteando com o seu amor na forma de generosidade, compaixão, perdão, humildade, sabedoria, cumplicidade e aí por diante. Estas palavras que às vezes são tão difíceis de serem  aplicadas ao nosso próximo, por vezes, deixamos de aplicá-las dentro do nosso meio familiar. 
Vemos na Bíblia a compaixão sendo aplicada no retorno do filho pródigo para o seu lar (Lc. 15:11-32). O pai estendeu os braços e o filho teve como marca de seu retorno uma grande festa. Vemos também ali um filho magoado (seu irmão) que com o tempo cremos ter sido cuidado e curado por Deus. É uma das histórias mais belas da Bíblia que retrata muito bem o que é ser recebido novamente pelos seus e ter o acolhimento em meio às dores e dúvidas. 
Um outro personagem que aplicou amor e sabedoria em sua família foi Joquebede, mãe de Moises (Ex. 6:20). Esta, sem ter a opção de ficar com o seu filho, resolve colocá-lo dentro de um cesto e lançá-lo ao rio para protegê-lo da fúria do faraó. Sua vida foi poupada pela princesa do Egito e mais tarde sua irmã o acompanha e sua mãe o amamenta. Vemos neste caso mais uma ação de Deus para a proteção daquela família. 
Em gênesis 21, novamente vemos a família sendo abençoada por Deus quando Sara já desiludida por não dar um filho a Abraão, Deus usa de bondade com aquele lar e abre o ventre daquela mulher e lhe dá um filho, seu nome era Isaque. Mais tarde como conhecemos, esta mesma família passaria por um dos momentos mais dramáticos das histórias bíblicas, quando o pai leva o filho para ser sacrificado. Neste momento mais uma vez Deus cuida daquele lar, providenciando um animalzinho para ser sacrificado no lugar do menino. A proteção é constante.
E por fim, gostaria de mencionar a família de Jesus Cristo (Mt.1:18-25). A formação daquele lar era plano divino, dele nasceria o nosso salvador e aquela família não mediu esforços para resguardar o seu filho, caminharam uma longa distância para livrá-lo da morte e conseguiram, conseguiram porque Deus estava com aquele lar e também por amor ao pequeno bebê. 
Pergunto: Como vai a sua casa? Você têm lutado por sua família, você têm agido com amor, misericórdia, perdão, humildade e sabedoria?
Que Deus transforme e molde os nossos lares conforme o seu desejo e nos dê a sua paz.
 
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar