BOM DIA: CUIDANDO DE SI MESMO, 3 (Para ouvir)

Se preferir abrir numa janela popup, CLIQUE AQUI.
 
Muitas vezes, o cuidador está ferido.
Pode o ferido cuidar das feridas dos outros?
Pode voar o pássaro que esteja com uma de suas asas desabilitada?
Importa que, quando está ferido, o cuidador permita que outros cuidem dele. Ele até pode voar com uma asa só, mas, se estiver com suas duas asas firmes e saudáveis voará mais alto e muito melhor.
Para tanto, na caminhada do autocuidado, estabeleça as prioridades da sua vida. Não são as necessidades que devem guiar o seu dia a dia, mas as escolhas que você faz, conscientemente ou não. Para apoiar os vivos, mantenha-se vivo. Para cuidar dos outros, cuide de você. 
Eis algumas sugestões nesta empreitada:
 
1. Busque desenvolver a sua saúde emocional. -- Aprenda a lidar com as tensões, que são inevitáveis. Procure não se cansar emocionalmente, perto de ser encontrado pela estafa. Para tanto, tenha expectativas realistas, afaste as emoções destrutivas e resolva os conflitos em que estiver envolvido. Se precisar de ajuda, procure-a, seja com um amigo, com um conselheiro ou com um psicólogo. Não tenha vergonha de sua fraqueza, momentânea ou permanente. Lembre-se que a diversão é importante. Ria. Viaje. Cuide de sua alma.
 
2. Busque manter a sua saúde espiritual. -- Não fique tão ocupado que não possa meditar, orar, ler a Bíblia, cantar. Encontre um lugar para ficar sozinho, sozinho diante de Deus. Se puder, faça um retiro de natureza espiritual. Priorize sua comunhão com Deus. Ao ler a Bíblia, não busque apenas sugestões para as vidas dos outros, mas primeiramente orientações para a sua. Ao participar de um culto, não pense nas pessoas que estão ausentes; pense no que você pode aprender. Ao orar, não ore apenas em público, para que os outros ouçam. Ensine o que você procura praticar. Cuide do seu espírito.
 
ISRAEL BELO DE AZEVEDO