A GRAÇA DAS LUTAS

Nos campos, quadras e piscinas, travam-se lutas, chamadas de jogos.
Esses jogos demandam esforços enorme, com os músculos dos atletas sendo exigidos ao máximo. Não é incomum alguns deles atribuírem suas vitórias a Deus, chegando uns a falarem que Deus fez um milagre?
Milagre banhado de suor? Milagre feito de renúncia? Milagre construído pelo esforço humano? Milagre que custou muito ao lutador? Vencer vem da graça de Deus?
É mais comum que os vencedores pensem apenas no quanto perderam para ganhar. Entre esses, uns sequer agradecem a Deus por suas vitórias, com alguns até professando a sua incredulidade na existência dele.
A relação entre graça e esforço é alvo de equívocos.
A graça de Deus é um presente que não merecemos. Pensamos nela quando Ele nos alcança e salva. Esta é a dimensão SOTERIOLÓGICA (regeneradora), pelo qual devemos agradecer como o maior presente que que nos foi dado, por meio de Jesus Cristo.
Devemos também pensar que, uma vez, recriados pela graça, devemos nos esforçar para viver no compasso da graça, imerecidamente (repitamos) recebida. Esta é a dimensão PEDAGÓGICA da graça de Deus. Ela nos ensina a renunciar o que precisamos para vivermos de modo digno do evangelho. Para aprender, precisamos nos assentar na academia de Jesus.
Devemos ainda pensar que o pecado da humanidade nos alcança também a todos e deixa suas consequências, afetando nossa saúde espiritual, moral e emocional, saúde que a graça deseja restaurar em nós. Esta é a dimensão TERAPÊUTICA da graça de Deus, que coloca recursos diante de nós para nos curar, como pessoas sábios, médicos, psicólogos e outros agente de cura. Precisamos reconhecer nossa enfermidade para que Deus nos restaure.
A graça é uma oferta, que podemos aceitar ou recusar. Começa com um convite de Deus para nós. Quando nós a desejamos, nós a recebemos de Deus, sem nenhum esforço. Depois que a recebemos, devemos empenhar o nosso coração (ou, esmurrar o nosso corpo, como faz um atleta vencedor) para viver a plenitude da vida que nos propõe. A vida na graça é uma caminhada.
A graça é uma medalha de campeão, posta em nosso peito por Jesus Cristo. No esporte, ela vem no final da competição. Na vida vivida e ensinada por Jesus Cristo, ela vem antes da luta (no campo, na quadra ou na piscina), para competirmos bem. 
No esporte, o esforço vem antes. Na vida, o esforço vem depois.
Em ambas as situações, Deus nos capacita para vencer.
 
Os que não vencem são os que não renunciam.
 
ISRAEL BELO DE AZEVEDO
 
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Array
(
    [type] => 8
    [message] => Undefined index: option
    [file] => /home/praze123/public_html/libraries/joomla/environment/uri.php
    [line] => 408
)