Quarta, 19/04/17 -- OFERECENDO O ESSENCIAL

Refletindo: Atos 3.1
 
Pedro e João estavam conscientes de que precisavam ser pessoas de oração.
Os dois, quando se encontraram com o mendigo, subiam ao templo para uma das orações do dia. Eles estavam indo para a igreja, diríamos nós hoje, para adorar a Deus. 
Para conjugar os verbos vários da vida, precisamos conjugar o verbo essencial: "orar". Precisamos estar plugados em Deus, se quisermos ser fortes, se quisermos vencer os vícios, se quisermos encontrar sentido para a vida. A oração nos leva às melhores experiências da caminhada humana. 
Pessoas de oração, não tinham o que aquele deficiente físico queria, do que lhe informa o entusiasmado líder da igreja nascente: Se tivessem dinheiro, dariam uma esmola e seguiriam seus caminhos: os apóstolos seguiriam suas vidas ricas de fé e o deficiente seguiria sua vida miserável. Porque não tinham o secundário, deram ao necessitado 
o que lhe era essencial: qualidade de vida. Não confiaram em si mesmos ou nos seus bens. O poder deles não advinha do dinheiro, que não tinham, nem da fama, já que o mendigo não sabia quem eram aqueles ex-pescadores. 
O poder deles vinha de seus olhos fitos em Deus. 
De igual modo, se olharmos para Deus, os homens poderão olhar para nós. Se olharmos para as circunstâncias, cairemos, e os homens olharão para as circunstâncias, e cairão conosco.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Array
(
    [type] => 8
    [message] => Undefined index: option
    [file] => /home/praze123/public_html/libraries/joomla/environment/uri.php
    [line] => 408
)