Sexta, 19/05/17 -- PREVENIR É PRECISO

Refletindo: Deuteronômio 22.8
 
Sobretudo nas cidades, é comum que dos prédios se desprendam marquises e revestimentos, causando ferimentos às vezes fatais aos transeuntes. Nesses casos, é comum ouvir-se que foi uma fatalidade. Não foi. Quase sempre foi imprevidência. A maioria dos acidentes de trânsito poderia ter sido evitada. Temos feito grandes progressos, por exemplo, com o uso do cinto de segurança tanto nos veículos quanto nas construções. Ao mesmo tempo, temos perdido vidas por causa do excesso de velocidade nas rodovias ou pela falta de revisão nos automóveis. Ser previdente é como colocar “uma grade madeira em volta do terraço”.
 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Array
(
    [type] => 8
    [message] => Undefined index: option
    [file] => /home/praze123/public_html/libraries/joomla/environment/uri.php
    [line] => 408
)