Roteiro para Pequenos Grupos - EM BUSCA DE UM PROJETO DE VIDA

Eclesiastes 2.10
EM BUSCA DE UM PROJETO DE VIDA
 
Se perguntarmos a uma pessoa:
-- Qual o seu projeto de vida?
Muitos responderão:
-- Nenhum.
O que você responderia se lhe fosse feita a mesma indagação?
Quando se converteu, Saulo, depois Paulo, perguntou a Deus:
-- Senhor, que queres que eu faça?
Enquanto escrevo, estou com as páginas abertas de um livro, em que uma autora reconhece que, durante parte da sua vida, seu projeto de vida era cuidar de sua família, o marido e as filhas. O trabalho doméstico é entediante, a menos que faça parte do projeto de vida de uma mulher.
Presidir uma grande empresa, com reuniões, viagens e decisões a todo momento, pode ser entediante, se não fizer parte do projeto de vida desse presidente.
Pregar pode ser entediante, se não for parte do projeto de vida do pregador.
No caso de Paulo, pregar tinha um preço elevado. Digam-nos os açoites, naufrágios e prisões que enfrentou. Ele não desistiu porque este era o projeto de Deus para a sua vida e Deus estava com ele, livre ou preso, realizado ou frustrado.
Pessoas que mudam as pessoas são pessoas com um projeto de vida. Se estes projetos forem do mundo, farão mal ao mundo. Se estes projetos forem de Deus, farão ao mundo o bem que Deus quer fazer.
Como conhecemos o projeto de Deus para nós?
Nós o conhecemos quando perguntamos a Deus, como Paulo o fez. Nós o conhecemos quando o amor de Deus por nós nos incomoda ao vermos pessoas sem este amor tornado concreto na vida dessas pessoas.
Nós o conhecemos quando nos achamos importantes ao ponto de saber que a tarefa de levar o amor de Deus às pessoas é nossa: é como se -- e é verdade -- pensássemos assim: ou nós levamos o amor de Deus àquelas pessoas ou ninguém o fará.
Por pensar assim, Paulo fez o que fez. Se pensarmos assim, faremos como Paulo fez.